Revestimento de Piso Ambientes Químicos

O revestimento de piso em ambientes químicos é ideal pode possuir diversas resinas e revestimentos, como a fibra de vidro, que é a melhor opção no caso desse piso; resina Epóxi com diversos tipos de argamassa; acabamento autonivelante; resina Novolac; banho Éster Vinílicos, entre outros.

As características do revestimento de piso ambientes químicos precisam possuir grande resistência a estruturas metálicas; proteção durável; não ser prejudicial ao meio ambiente; grande poder de curar-se; não há preocupação com manutenção, diminuindo gastos e efetuando mais otimização em sua produtividade.

Ou seja, na hora de escolher o melhor tipo de revestimento de piso ambientes químicos, deve-se analisar primeiro o piso que será revestido, o resultado final que deseja e o quanto será investido nesse processo; além de tempo de instalação e possíveis manutenções.

Qual revestimento escolher para esses casos?

Um revestimento de piso ambientes químicos utilizado em diversos segmentos industriais é o piso Epóxi Espatulado, que possui alto desempenho e é indicado para qualquer ambiente industrial. É excelente proteção contra substâncias químicas e abrasivas, podendo ser utilizado em tráfegos com grande elevação de cargas.

Sua durabilidade pode ser elevada se aplicada com pintura Epóxi, que é manuseada em apenas uma camada, facilitando sua fixação e aumentando a vida útil da superfície. Esse revestimento de piso ambientes químicos ganha ainda mais força se for reforçado com fibra de vidro.

A fibra de vidro possui ótima resistência a corrosões, protegendo o ambiente contra a agressão química e a oxidação, no caso de superfícies metálicas. Esse revestimento de piso ambientes químicos é o ideal para esse tipo de superfícies, se submetendo a uma proteção eficaz como um bloqueio que impossibilita a junção da área revestida com os produtos corrosivos.

O texto acima "Revestimento de Piso Ambientes Químicos" é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre direitos autorais.