Manutenção de radiadores Aero Classics

A maioria das aeronaves que temos a disposição foram desenvolvidas a partir do aperfeiçoamento de modelos e equipamentos empregados durante a Segunda Guerra Mundial. Inclusive, muitas dessas aeronaves modernas conservam tanto um aspecto visual quanto o funcionamento similar aos modelos da época.

Um equipamento que não pode ausentar-se em motores que funcionam a base de pistão, é o radiador. Isso é por conta desse acessório ser responsável pela refrigeração e controle da temperatura.

Como o radiador funciona?

Em conjunto ao sistema de lubrificação, o radiador retém o excesso de energia térmica gerada com o desempenho do motor propulsor, visando eliminar danos e avarias.

Conforme o óleo lubrificante é aquecido, o mesmo tende a ser transformado em uma substância viscosa que além de dificultar as atividades dos componentes mecânicos, pode contribuir para o acontecimento do atrito e a consequente deterioração.

Geralmente, a energia térmica retida pelo radiador é dissipada com o auxílio da passagem de ar. Ou seja, conforme a aeronave se locomove, é gerada uma corrente de ar que entra em contato com o radiador por meio de certas aberturas próximas à hélice.

Por mais que esses componentes são duráveis, após um determinado uso, pode ser necessário a execução de uma manutenção de radiadores Aero Classics. Isso ocorre pois as peças com mal funcionamento podem ser identificadas somente com a manutenção de radiadores Aero Classics realizada por uma empresa especializada.

O texto acima "Manutenção de radiadores Aero Classics" é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre direitos autorais.