Limpeza de Sistemas de Arrefecimento

A revisão periódica do sistema de arrefecimento previne diversos problemas que poderiam provocar graves problemas inclusive no motor do veículo. Dessa forma, atentar-se ao calendário de manutenção periódica é a melhor maneira de manter os processos saudáveis funcionando.

Como é constituído um sistema de arrefecimento de um veículo?

O primeiro passo é necessário entender melhor o que esse sistema é e qual a sua função no veículo. O sistema de arrefecimento é um conjunto de peças de troca de calor que são encontrados desde carros de passeios a veículos pesados.

E embora cada tipo de veículo possua sua particularidade nesse processo, de forma geral um sistema de arrefecimento é constituído por: bomba d’água, mangueiras, termostato, reservatório e radiador.

Esse sistema tem como função manter a temperatura do motor estável o suficiente para manter a sua potência sem comprometer o funcionamento das peças.

Como funciona um sistema de arrefecimento?

Um fluído composto por aditivo e água desmineralizada circula por todas as peças até atingir a temperatura ideal e quando isso acontece, uma parcela desse líquido é transferida para o radiador.

No radiador, o líquido ultrapassa as colmeias para que perca calor e com isso, possa ser devolvido ao motor e diminuir a sua temperatura.

Dada a importância do processo é importante que além da manutenção das peças, a limpeza de sistemas de arrefecimento ocorra de tempo em tempo.

Por que a limpeza de sistemas de arrefecimento é imprescindível?

A limpeza de sistemas de arrefecimento realizada de forma periódica e em medidas preventivas proporciona ao conjunto de peças uma vida útil longa e sem problemas de falhas.

Ademais, a limpeza de sistemas de arrefecimento bem feita e com as revisões em dia proporcionam o bom funcionamento e alto desempenho do motor do veículo.

O texto acima "Limpeza de Sistemas de Arrefecimento" é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre direitos autorais.